PROPACS - PROJETO PACS

Projeto de serviço da ASL Informática para armazenamento, gerenciamento e distribuição de imagens com integração de agendamento dos sistemas de HIS/RIS para as modalidades médicas.

Sobre PACS:


O grande avanço do desenvolvimento do PACS (Picture Arquiving and Communication System), baseado no padrão DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine), tornou o PACS a última tecnologia nos serviços de radiologia e hospitais.
O PACS quando devidamente implementado permite agilidade no tráfego da informação, redução de custos, aumento da produtividade e da qualidade diagnóstica, acelerando todo processo de atendimento ao cliente. O DICOM (Digital Imaging and Communications in Medicine) comentado anteriormente esta sendo utilizado para a integração destes dados com os equipamentos médicos e também para o armazenamento e distribuição das imagens para diagnósticos mais precisos e impressão de resultados. O PACS também utiliza outros protocolos como HL7 para integração dos sistemas de gerenciamento administrativo com os aplicativos de gestão de laudos.

Uma prévia sobre DICOM:


DICOM é o protocolo de comunicação padrão que permite a transmissão da imagem e suas informações associadas entre equipamentos de imagens médicas.
O desenvolvimento do padrão DICOM foi decorrente da união de esforços da comunidade acadêmica, American College of Radiology (ACR), com os fabricantes de computadores, a National Electrical Manufacturers Association (NEMA). Antes da criação do DICOM, a maioria dos equipamentos guardava sua imagens em formatos proprietários, limitando sua transferência entre equipamentos do mesmo fabricante.
Os objetivos do DICOM são conseguir a compatibilidade e melhorar a eficiência do fluxo de trabalho entre equipamentos e sistemas de informações médicas. O DICOM é um padrão cooperativo. Há várias demonstrações em congressos em que os vendedores cooperam em testar seus equipamentos em conexão com outros. Hoje várias empresas no mundo participam do projeto DICOM com melhorias e novos recursos.
Com a adoção do DICOM pelas empresas, surgiu o conceito PACS onde é possível montar o seu projeto com componentes de diversas empresas visando uma redução do custo de implementação inflexibilidade de escolha de componentes que melhor atenda as necessidades do serviço e a garantia de não ficar preso a um só forncedor.
O DICOM é um conjunto de serviços para estabelecer comunicação e visualizar estas imagens de forma segura e padronizada. Vejamos abaixo os principais serviços deste protocolo:
• VERIFICATION (ECHO) = Serviço de verificação de comunicação.
• MWM = Modalidade Worklist : Integração dos dados demograficos do paciente entre os aplicativos de gerenciamento com os equipamentos médicos, evitando erros de digitação.
• PPS = Monitoramento dos passos do exame de um paciente.
• STORAGE ou ARQUIVE = Envio das imagens para o servidor satélite de serviço ou central.
• STORE COMMITMENT = Confirmação do recebimento das imagens em um servidor ou estação de diagnóstico.
• PRINT = Impressão das imagens no processo DICOM (Reveladoras de filmes ou conversores para papel (PRINTSERVERS)).
• QUERY/RETRIVE = Pesquisa e transferencia de exames.

O que é um Projeto PACS:


O PACS é um conjunto de sistemas computadorizados e a infra-estrutura de rede responsável pelo armazenamento e a distribuição eletrônica de imagens médicas de uma instituição. O PACS se integra com as modalidades geradoras de imagens digitais e com os sistemas de informações da radiologia e hospitalar (RIS-Radiology Information System e HIS-Hospital Information System). O PACS, quando integrado ao RIS, pode trafegar imagens associadas às informações, como dados demográficos, resultados de exames anteriores, história clínica, estatísticas e contabilidade, além de um gerenciamento e otimização do fluxo de trabalho.
Os primeiros PACS foram desenhados para centralizar e arquivar imagens e dados, e então distribuí-las quando solicitadas pelas workstations periféricas com impressão de films e mídias. Com o desenvolvimento de redes e sistemas de comunicações intercomputadores, tornou-se possível o desenho de uma arquitetura descentralizada de arquivos, em que imagens e dados podem ser armazenados em diferentes localizações da rede e podem ser acessados de qualquer parte de uma instituição.
A evolução continuou com a criação de um protocolo padrão de comunicação que permite a integração entre equipamentos de imagens de diversas empresas e também como outros componentes do PACS. O protocolo padrão atual é o DICOM 3.0. Atualmente todas as modalidades de diagnóstico por imagem da radiologia estão disponíveis para o formato digital DICOM, dentre elas ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultra-son, PET-CT, raios-X, fluoroscopia e mamografia.
Hoje já conseguimos disponibilizar estas imagens para qualquer parte do mundo com o uso da INTERNET aumentando ainda mais a qualidade dos resultados de diagnósticos compartilhados entre diversos especialista da area.

Vantagens em adquirir um projeto PACS:


Os primeiros projetos de implementação de PACS tinham como objetivo a eliminação da impressão de filmes e conseqüentes redução de custos; porém, com a rápida evolução tecnológica o PACS agregou muitas outras funcionalidades que melhoram o departamento de radiologia. Diversos trabalhos têm demonstrado os ganhos com a implementação do PACS, os principais benefícios são:
• Melhoria no fluxo de trabalhos: Atendimento, realização e resultados.
• Aumento da produtividade médica e dos tecnólogos.
• Redução dramastica dos custos com a inutilização de filmes.
• Teleradiologia : Supervisão, apoio e orientação de exames a distancia.
• Teleradiologia : Cobertura de emergências à distancia.
• Teleradiologia : Consultas externas de segunda opinião.
• Entrega de resultados em processo digitais : Mídias, internet e e-mails.
• Melhoria a edução continuada da equipe médica (Arquivos eletrônicos em portais).
• Melhoria na solução diagnósticas com uso de ferramentas digitais encorporadas as workstations de diagnósticos.
---> Janelamentos, medidas em tempo real, zoom, reformatação, densidade entre outros.
---> Reconstruções em 3d, MPR (Reformatação Multiplanar), MIP (Reconstrução em Projeção de Intensidade Máxima).
• Consulta em tempo real para comparação de exames anteriores (Histórico de Imagens).

Suite PROPACS:


O PROPACS teve início em 2009 com a ideia de criar um projeto livre de particularidades de forma aberta para integração de qualquer produto do mesmo segmento. Toda a estrutura da base de dados e do armazenamento das imagens bem como dos dados demográficos do paciente são de livres acesso e facilitados inclusive para migração ou compartilhamento.
Disponibilizamos os principais aplicativos para a integraçãi de seu sistema com os equipamentos médicos e para o armazenamento destas imagens de forma fiel totalmente baseada no protocolo DICOM 3.0 sem nenhuma alteração particular e criptografias.
O nosso PROPACS possui diversos aplicativos para fazer parte do SEU PROJETO PACS. Vamos relacionar os principais aplicativos a sua disposição:
• PROSERVER = Armazenamento, gerenciamento e distribuidor de imagens (DICOM SERVER).
• PROWLIST = Integração dos dados demográficos dos pacientes entre os aplicativos de gestão e modalidades médicas (WORKLIST).
• PROROUTING = Roteamento gerenciavel para compartilhamento de imagens de forma automatizada para estações de diagnósticos especiais e web serviços.
• PROWLIMPORT = Sistema para integração de seus projetos com o nosso sistema de WORKLIST via XML ou arquivos TEXTOS.
• PROCAPVG = Sistemas de captura de imagens para integrar equipamentos não DICOM via saída de vídeo analógico (Ultrasom, Eco, Endoscopias e Colonoscopias).
• PROCAPSCREEN = Sistemas de captura de imagens para integrar equipamentos não DICOM via tela (Ergonometrias e outros).
• PROCAPSCAN = Sistemas de captura de imagens para integrar equipamentos não DICOM via SCANERS (Prescrições médicas e Anamineses para teleradiologia).
• PRODCMNeuro = Sistemas de captura de imagens para integrar equipamentos não DICOM via importação de arquivos automatizado (Neuromapas e Microscopias).
• PROMANAGER = Sistemas para manutenção do Servidor de Imagens e Worklist do projeto PROPACS.
• PROMIDIAMAKER = Sistema para gerenciamento de gravação de mídias direto das modalidades ou estações de diagnósticos via protocolo DICOM.
• PROPRINTMAKER = Sistema para gerenciamento de impressão A4 ou CARTA para modalidades de Ultrassom ou Eco compativel com protocolo DICOM via DICOM SEND.
• PROPRINTSERVER = Sistema de conversão DICOMPRINT (Filmes) para POSTSCRIPT (Papel) em tempo real.
• PRORECEIVER = Sistema para recebimento de imagens DICOM com conversão BMP ou JPG para diversas finalidades de integração (Portais WEB e Envio de E-mails).

Veja abaixo um pequeno projeto com o uso dos nossos aplicativos:


Como observado no gráfico acima as imagens geradas nas modalidades médicas são enviadas para o PROServer e ele se encarrega de armazená-las de forma inteligente para o sua busca e distribuição (Query/Retrive).
Criamos um processo de forma aberta que as imagens podem ser localizadas até manualmente pelos administradores baseados em DATA DO EXAME e IDENTIFICAÇÃO DO PACIENTE (PRONTUÁRIO). Para facilitar ainda mais o processo de integração identificamos também na base de dados o caminho compartilhado destas imagem.
O nosso Servidor de Imagem (DICOM SERVER - PROSERVER) também é compativel com qualquer visualizador de dignóstico do mercado que utilizam o protocolo DICOM como padrão de comunicação sem particularidades individuais: E-film, Osirix, Radiant, MTSViewer, Onis Professional, OSR THEOBJECTS, Canvas Clear entre outros.

PROTOCOLOS UTILIZADOS:
DICOM 3.0, TCP IP, XML.

BASE DE DADOS DISPONÍVEIS:
FIREBIRD, INTERBASE, SQL SERVER e ORACLE.

PRINCIPAL FUNÇÃO DO PROPACS:
Armazenamento, Distribuição de imagens, Gerenciamento das imagens para localização instantanea, Integração de dados demograficos do paciente com as modalidades médicas, Impressão POSTSCRIPT, Gravação de mídias e Capturas de imagens não DICOM para integração a projetos de PACS. Todos estes aplicativos podem ser utilizados individualmente integrados a qualquer PACS nacional ou dos principais fabricantes de equipamentos do mercado. (Carestream, Fuji, Siemens e etc.)

VANTAGENS DA UTILIZAÇÃO DO NOSSO PROJETO:
Custo acessível com recursos modulares e escanoláveis, podendo ser utilizado em projetos iniciais e desenvolvido por etapas;
Compatibilidades com qualquer REDE DICOM na versão 3.0 sem particularidades disponibilizando imagens para visualizadores de melhor aceitação do mercado (Osirix, Radiant e o excelente produto NAVEGATIUM);
Totalmente nacionalizado com recursos simples de uso e manutenção;
Todos os aplicativos são interativos e dotados de uma excelente qualidade e acabamento.
Livre para integrações com seus produtos sem limitações de cadastros ou módulos com acessos restritos.
Disponibilidade total para compartir imagens para outros projetos PACS e migração.

DOCUMENTOS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS:
Documento para realização de requisitos de aplicativos PROPACS.
Exemplo de preenchimento do documento para realização de requisitos de aplicativos PROPACS.
Documento para configuração dos equipamentos integrados ao PROPACS.

DOCUMENTOS PARA INTEGRAÇÃO:
Documento para integração ao WORKLIST.
Documento para integração aos visualizados.

REQUISITOS HARDWARE:
Com a adoção do novo conceito em módulos podemos definir que os requisitos ficarão atrelados ao projeto desenhado pelo cliente e volume inicial das atividades na instituição, este processo facilita a iniciativa da instituição entrar neste segmento de digitalização, armazenamento e distribuição de imagens para diagnósticos e resultados:
Veja abaixo alguns exemplos simplificados:
PEQUENOS PROJETOS OU INICIANTES:
Processador igual ou superior ao INTEL core duo;
Memória igual ou superior a 4gb;
Sistema operacional WINDOWS XP ou WINDOWS 7 nas versões (Professional ou Ultmate) 32 Bits;
Volume : Até 80 exames dia.
Modalidades : US,MN, CT e RM.
PROJETOS DE MÉDIO PORTE OU INICIALIZAÇÃO EM MODALIDADES DE VOLUME ALTO:
Processador igual ou superior ao INTEL I7 ou SUPERIOR;
Memória igual ou superior a 4gb;
Sistema operacional SERVER, WINDOWS XP,WINDOWS 7 nas versões (Professional ou Ultmate) 32 Bits;
Volume : Até 250 exames dia.
Modalidades : US,MN, CT, RM e CR.
PROJETOS DE GRANDE PORTE E DATA CENTERS:
Processador igual ou superior ao XEON;
Memória igual ou superior a 32gb;
Sistema operacional SERVER2003 ou superior (32 Bits ou 64 Bits);
Volume : Até 3200 exames dia.
Modalidades : US, MN, CT, RM, CR e XA.

É importante lembrar que estes projetos deverão ter o acompanhamento de consultores e do nosso apoio. Entre em contato para saber mais sobre o assunto.

PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE TODOS OS PRODUTOS PROPACS:
Integração com qualquer modalidade DICOM na versão 3.0;
Nacionalização do posicionamento de nomes e sobrenomes, com a unificação de campo;
Aplicativos externos para manutenção nas bases de dados e imagens;
Recursos individuais para recebimento e distribuição das imagens por modalidade;
Logs de eventos para depurações e incompatibilidades;
Logs de movimentação de entrada e consulta na base de dados por instância;
Diversos recursos de proteção de inserção de imagens e até distribuições;
Customizações liberadas para integrações com seus produtos;
Auditoria de todos os processos da aplicação.

REPRESENTANTES E VERSÕES OEM:
Criamos versões e condições especiais para representantes e parceiros de integração e serviços de OutSourcing.
Saiba mais sobre OEM ASL Informática.

OBS:
Disponibilizamos este projeto para avaliação em seu ambiente de trabalho por tempo definido em acordos.

Principal