CAPTURA DE IMAGENS. {Digitalizações}

Sistema de digitalização de documentos para integração em projetos PACS e serviços de teleradiologia com suporte a pedidos e anamineses.

Utilizando o PRODCMScan.QR:

ENTRANDO NA APLICAÇÃO:


Após a abertura do sistema o módulo principal será apresentado com os seguintes recursos:
1 - Abrir a conexão com o serviço do SCANNER (Selecionar o DRIVE primeiro antes de ligar).
2 - Este conjunto de comandos são usados para ver eventos realizados no período, minimizar o sistema em formato PROLUC, fixar o formulário na posição atual da tela e fechar o sistema.
3 - Informações da situação de conexão DICOM e advertências de acessibilidade.
4 - Informações de acesso aos remotos DICOM.
5 - Informações das séries criadas no serviço e a segunda aba é relativo a ultima imagem capturada.
6 - Entrar no módulo de pesquisa do paciente e exame gerado na modalidade médica e acesso também ao cadastro manual.
7 - Comando para capturar a imagem do scanner pela aplicação do próprio equipamento.
8 - Finalizar o serviço enviando as imagens para o SERVIDOR PACS (Servidor de Imagens DICOM).
9 - Entrada no módulo de recursos adicionais para recuperação de serviços anteriores para continuidade ou para reenviar serviços já realizados.
A - Entrada no módulo de cnfigurações do aplicativo.
B - Descrição dos dados demograficos do paciente, estudo (exame) e série do serviço selecionado.
Este módulo pode ser minimizado para a utilização de outras aplicações no equipamento.

CONFIGURAÇÕES [REDES DICOM]:


Ao entrar em modo de configurações vimos os seguintes recursos da aplicação:
1 - Definição do local para acesso a redes DICOM, com as seguintes características: Identificação local para acesso individual para três modalidades com definição de modalidade de entrega também individual, IP e a PORTA definida de comunicação.
2 - Definição do Servidor DICOM para a pesquisa Q\R dos exames efetuados no período com as seguintes características: AET, IP e PORTA de acessibilidade, ativação do processo, período da pesquisa Ignorar o AET solicitado para a pesquisa trazendo tudo do período e alteração da TAG DICOM do processo de descrição do exame.
3 - Definição do Servidor DICOM

CONFIGURAÇÕES FTP:


Neste módulo podemos criar 5 (cinco) acessos individuais para importação de imagens via protocolo FTP.
Temos os seguintes itens para configurar:
1 - Dicas FTP para mostrar um exemplo de acordo com o formato do FTP utilizado na origem. Podemos definir o título, endereço, usuário e senha de acesso e incluimos também a pasta reservada para o médico usuário. Podemos configurar também o modo de leitura e a exclusão do arquivo já importado.
2 - Comando para aplicar a DICA selecionada.
3 - Módulo para testar o acesso do FTP. (Veja a figura abaixo)
4 - Indicador do processo de recolhimento via pasta inibindo o acesso a configurações do AET Destino e seus adicionais.

TESTANDO O ACESSO FTP:


Este pequeno módulo permite o teste do acesso ao servidor remoto FTP.
1 - Dados do servidor de FTP. Incluimos endereço, usuário, senha e pasta de origem do usuário selecionado.
2 - Comando para iniciar o processo de teste.
3 - Caixa de texto com os comando de acesso do protocolo FTP sendo enviado ao servidor.
4 - Arquivos encontrados no servidor FTP.

FUNCIONALIDADES:
Este aplicativo poderá ser utilizado para diversas finalidades, entre as principais são:
a) Importação de imagens para servidores DICOM.
b) Importação de imagens NEMA para integração em projetos PACS com a utilização do protocolo DICOM3.
c) Recebimento de imagens para serviços em teleradiologia por processo FTP.
d) Migração de imagens para novos projetos de PACS.
E) Integração de imagens de UNIDADES remotas distantes com uso de redes externas (INTERNET).

PRIMEIROS PASSOS:
Para definir melhor sua utilização entre em contato para saber mais.

OBS:
Disponibilizamos esta aplicação para avaliações em seu ambiente de trabalho.

^